CABECERA IMAGENES

TRAIL - PADRENDA TRAIL


Percurso- Padrenda Trail                                                  Local- Melgaço/Padrenda
Itinerário- São Gregório, Ponte Barxas, Senda do Rio Trancoso, Acivido, Pozavella, A Notaria, As Vendas, Os Leiros, Capela da Portela, Monte Lodairo, Lordelo, Condado, Frieira, Cevide e São Gregório.
Partida-  Antiga Alfandega (N 42º 08' 27''  W 08º 11' 38'') às 7h51m
Data- Domingo 31 de Janeiro 2016                                     Distancia- 20km
Dificuldade       Física- Baixa          Técnica- Media/Baixa    Circular- Sim
Tempo (horas)
Saída- 8h51m   Chegada- 10h52m   Duração- 3h01m
Velocidade      Media Total- 6,63km/h 
Altitude (metros)
Máxima- 517     Mínima- 67        Desnível- 450           Saída/Chegada- 278
Positivo- 877     Negativo- 867   Desn. Max.- 20,09%   Desn. Min.- 32,60%
GPS Garmin Oregon 450   Nº de pontos- 3643  Intervalo de gravação- 2
Programa de análise de dados- CompeGPSLand/SportTrack
Indice IBP- 195 RNG                                                      M.I.D.E.  2 – 2 – 2 - 2           
Condições Atmosféricas- Céu coberto, Nevoeiro, Aguaceiros e temperatura agradável.  
Pontos de Interesse- Rios Minho e Trancoso, Monte Lodairo, Monumentos e Muita Paisagem Natural.
Atletas- Blacbay - Robiin – Pleunam

Observar ou Descarregar o Percurso  Todas (171) as Fotografias Georrefenciadas (Picasa)




Partida desde a antiga Alfandega de S. Gregorio.

Descemos pela Rua Verde.


Cruzando o Rio Troncoso para Espanha.

Entrando na Senda do Troncoso.







Antigas Levadas de agua para os Moinhos.


Varios Moinhos em Ruinas junto ao Rio.

3km junto ao Rio.










Onde o Rio Trancoso se junta ao Minho, onde o Rio Minho começa a tocar em Terras Portuguesas.

Zona tecnica junto ao Rio.





Deixamos os Rios, começamos a subir.


Barragem da Frieira ao fundo.

Subidinha em cimento mas que superava os 22% de desnível.


A comprimentar os animais.


Continuamos a subir.



Uma pequena descida.

Para voltar a subir.


Cruzando o Lugar de Os Leiros.



Capela da Portela.

Passamos cedo, o "Pulpo" ainda estava cru.

Ultimos metros da subida.


Os dois juntinhos e com um pau na mão, porque?

Chegamos ao topo do Monte.

O Nevoeiro não nos deixou apreciar a paisagem sobre o Vale do Rio Minho.

Agora é a descer.

Descida por um corta-fogo com muita vegetação.





Uma pequena subidinha.


Voltamos a descer, agora com bom piso.




Chegamos as margens do Rio Minho.

O Javali aproveita esta época de Carnaval para passar desapercebido.

Chegando a Frieira.




Ultima descida.


Um em Portugal, outro em Espanha e eu?

Antigo Posto da Guarda Fiscal na fronteira de Cevide.

Os ultimos dois quilometros foram sempre a subir.





Chegamos.

O Final.

   Um treino internacional entre a Fronteira de S. Gregório e a vizinha localidade de Padrenda, na Galícia.
   Mais um treino na nossa Terra, por Caminhos e Trilhos espetaculares, Paisagens incríveis (mas sem Nevoeiro).
   Arrancamos desde a antiga Alfandega de São Gregório, descemos a Rua Verde para cruzar a Ponte sobre o Rio Trancoso, para a vizinha Espanha, antiga Rota do Contrabando.
   Continuamos pela Senda do Rio Trancoso até a sua junção no Rio Minho. Trilho de 3km bem acondicionado, com passadeiras e escadas em Madeira, que transcorre ao longo do Rio Trancoso. Nós saímos varias vezes deste Trilho para descer até ao Rio e apreciar as suas Levadas e Moinhos. Grande quantidade de Moinhos em Ruinas que se encontram nestes últimos quilómetros de Rio, em ambas margens.
   Subimos para a Capela da Portela, cruzando algumas aldeias, Capela que se encontrava em Festa. Mas o reforço que tínhamos pensado comer, o “Pulpo a Feira”, ainda estava a cozer, tivemos que continua a subir só com o cheiro.
   Subimos até ao topo do Monte Lodairo, onde se encontram as Antenas. A Paisagem espetacular que se aprecia sobre o Vale do Rio Minho e da Barragem da Frieira, não a vimos, o Nevoeiro não nos deixou.
   Descemos por um corta-fogo que já tinha muita vegetação, continuamos a descer por outros Caminhos até ao Rio Minho.
   Voltamos a cruzar o Rio Trancoso para Portugal, em Cevide, pela primeira Ponte Internacional de Portugal, ao lado do Marco Fronteiriço Nº 1.
   Os últimos dois quilómetros foram sempre a subir, desde o Rio até a Alfandega em São Gregório.
   Foi um bom Treino de preparação para as próximas Provas que vamos participar no Mês de Fevereiro. Tivemos todo tipo de Caminhos e Pisos, desníveis e até nos acompanhou os aguaceiros.
   Eu já conhecia bem esta zona, é habitual Treinar por estes Caminhos de BTT e a correr. Para os meus colegas de aventura foi a primeira vez, mas adoraram o Percurso.
   Não sei o que se passa este ano com as Batidas ao Javali, em 2016 todos os Sábados e Domingos encontro caçadores pelo Monte nas Batidas ao Javali, em Portugal e em Espanha.
   Não sei se há muitos Javalis, se os caçadores tem pouca pontaria, ou se estes animais se sabem esconder bem.

Dados IBP.
Blacbay