CABECERA IMAGENES

ANDAINA - CASCATAS de MELÓN


Percurso- Cascatas de Melón                                             Local- Melón, Ourense
Itinerário- Melón, Cascatas de Tourón e Melón.
Partida- Mosteiro Santa Maria de Melón (N 42º 15' 22''  W 08º 13' 00'') às 14h06m
Data- Domingo 16 de Novembro 2014                                  Distancia- 9km
Dificuldade          Física- Baixa           Técnica- Baixa          Circular- Sim
Tempo (horas)
Saída- 14h06m     Chegada- 16h08m    Duração- 2h02m
Velocidade          Media Total- 4,45km/h
Altitude (metros)
Máxima- 599     Mínima- 406        Desnível- 193              Saída/Chegada- 459
Positivo- 280     Negativo- 281     Desn. Max.- 25,09%     Desn. Min.- 26,72%
GPS Garmin Oregon 450   Nº de pontos- 2443   Intervalo de gravação- 3
Programa de analise de dados- CompeGPSLand/SportTracks
Indice IBP- 34HKG                                                           M.I.D.E.- 1 - 1 - 2 - 2
Condições Atmosféricas- Chuva, chuva e mais chuva, temperatura entre 7 e 10ºC.
Pontos de Interesse- Vila de Melón, Mosteiro de Santa Maria de Melón, Cascatas de Tourón, Rio Cerves e Muita Paisagem Natural.
Transporte- 30km - 25m (Melgaço, Arbo, Cañiza, A-52 e Melón) + volta e 4€ de combustível.
Caminhantes- Blacbay - Robiin

Observar ou Descarregar o Percurso        Todas as Fotografias Georreferenciadas (Picasa)
                                                                    Blacbay (109)     Robiin (72)
Pequeno Video das Cascatas de Torón.







Inicio do Percurso nas ruinas do mosteiro de Santa Maria de Melón.


Pelo tamanho e arquitectura deveria ser um Mosteiro muito importante.


Pombal do Mosteiro.

Interior do Pombal com centenas de alojamentos para as Pombas.

Igreja do Mosteiro.

O Milho a tentar secar num dia de chuva.

Inicio do Trilho das Cascatas de Melón.

A primeira já era impressionante.

O Trilho foi sempre a subir junto ao Rio Cerves até a Cascata de Tourón.

Muita agua descia pelo Rio.

Cruzando a A-52.

Piso escorregadio.



Para mais tarde recordar.

Impressionante.

Vista desde cima.


Mais outra.


Não eramos os únicos que nos estávamos a molhar.

Disfruta da Natureza, mas com cuidado.

Agora seguíamos pela outra margem do Rio.


Os primeiros degraus.











A Cascata principal de umas dezenas de metros.















Já a descer, pelo mesmo Trilho que subimos.




Indicação para o Trilho.

O ultimo quilometro fizemo-lo pelo passeio, estávamos todos molhados e só queríamos chegar o antes possível.

Arquitectura da zona.


Chegamos, a entrada do Mosteiro.

   Fim-de-semana com muita chuva, aproveitando esta quantidade de água fomos ver como estaria o caudal do Rio Cerves e as suas impressionantes Cascatas.
   Depois de já me ter molhado pela manhã de bicicleta, voltei a apanhar outro banho de tarde.
   Arrancamos desde as ruinas do Mosteiro de Santa Maria de Melón, Mosteiro impressionante e de grande valor arquitectónico.
   Dirigimo-nos para o início do Trilho das Cascatas pela Rua Principal da Vila de Melón.
   O Trilho começa ao lado do Bar junto a E.N. 120, no acesso a A-52.
   O Percurso é de 6km, 3 a subir junto ao Rio Cerves até chegar aos Miradouros sobre a Cascata de Tourón, a maior Cascata deste Rio. Depois a descida de outros 3km pelo mesmo Trilho. Durante este percurso vai-se admirando varias Cascatas espectaculares no Rio Cerves. Para contemplar melhor estas Cascatas é preciso desviar-nos do Caminho principal e descer por Trilhos até ao Rio.
   No final do Trilho das Cascatas seguimos pela estrada até ao carro, estávamos molhados, com frio, só queríamos era roupa seca e quente.
   Durante todo o Percurso choveu, com mais ou menos intensidade mas a água não deixou de cair.
   O piso esteve sempre difícil, pedras molhadas, agua, lama e madeira escorregadia, nós seguramo-nos bem porque calçava-nos Botas Chiruca, que mais uma vez nem uma gota de água deixaram entrar.
   Um Percurso realizado nas calmas, para apreciar o espectáculo dos saltos de água que tem o Rio.
   A intenção era subir por este Trilho e descer por outro, pelas margens de outro Rio, o Cortella, mas com as condições atmosféricas que se encontravam, as poucas horas de luz que havia, decidimos desder pelo mesmo Caminho que utilizamos para subir.
   Visita às Cascatas de Melón, um percurso a repetir no Verão, para ver a diferença de Caudal e verificar as poças deixadas pelas Cascatas. Também tenciono voltar num dia de Neve, a paisagem deve ser ainda mais espectacular.

   Já tinha realizado este Percurso em BTT, mas de bicicleta não há tanto tempo para apreciar a paisagem, nem o Rio tinha este caudal de água.


Dados IBP.

Blacbay