CABECERA IMAGENES

TRAIL - CORGA da FECHA + MINAS das SOMBRAS + MINAS de CARRIS + PICO da NEVOSA


Percurso- Xures/Geres                                                  Local- Lobios/Terras de Bouro
Itinerário- Balneário Rio Caldo, Corga da Fecha, Minas das Sombras, Minas de Carris, Pico da Nevosa, Minas das Sombras, Capela da N. S. do Xures, Vilamea e Balneário Rio Caldo.
Partida- Balneário Rio Caldo (N 41º 51' 44'' W 08º 06' 23'') às 8h55m.
Data- Segunda-feira 15 de Agosto 2016                           Distancia- 33km
Dificuldade    Física- Media/Alta     Técnica- Media          Circular- Sim
Tempo (horas)
Saída- 8h55m Chegada- 16h27m    Duração- 7h32m
Velocidade     Media Total- 4,38km/h
Altitude (metros)
Máxima- 1.55       Mínima- 386        Desnível- 1.164           Saída/Chegada- 386
Positivo- 1.534     Negativo- 1.500   Desn. Max.- 30,51%     Desn. Min.- 25,22%
GPS Garmin Oregon 450   Nº de pontos- 9048      Intervalo de gravação- 2
Programa de analise de dados- CompeGPSLand/SportTracks
Indice IBP- 314 RNG                                                   M.I.D.E.- 3 - 2 - 3 - 3
Condições Atmosféricas- Céu limpo e muito calor.
Pontos de Interesse- P.N.P.G. Rios Caldo, Fecha e Mea, Minas das Sombras e Carris, Pico da Nevosa e muita Paisagem Natural.
Transporte- 57km - 55m (Melgaço, Castro Laboreiro, Entrimo, Lobios e Balneário do Rio Caldo) + Volta e 6€ de combustível.
Corredores- Blacbay – Robiin - Pleunam

Observar ou Descarregar o Percurso   Todas as Fotografias Blacbay (255) Robiin (63)

Video de algumas zonas do Percurso.







Primeiros metros pela margem do Rio Caldo.



Corga da Fecha, praticamente sem agua.


Subida pelo Trilho da Cascata da Fecha.

Cascata que nem pingava.



Final da nossa primeira subida.

Zona de animais selvagens.

Trilho com alguma vegetação.

Novamente caminhando pela Corga da Fecha.


Aproveitando o Treino para caçar alguns Pokemons.



Já pelo estradão principal que nos levaria as Minas das Sombras.





Lá ao fundo o Trilho para a Capela da N.S. do Xures, por onde iríamos descer mais tarde.


Montanhas do Geres ao fundo.


Paragem para refrescar o corpo, o Calor já apertava.

Subida para as Minas das Sombras.

Caminho com muita pedra solta.




Uma das entradas das Minas.

Continuamos a subir, agora para as Minas de Carris, em Portugal.



O Vale das Sombras.



Entrando em Portugal.

Continuamos a subir.


Marco Geodésico de Carris.


Lagoa de Carris lá em baixo.






Pico da Nevosa, o nosso próximo destino.



Correndo entre os Marcos da Fronteira.




A Rocha da Nevosa.

Subida ao Pico da Nevosa.



No ponto a mais altitude do P.N.P.G.

1.550 metros de altitude, o terceiro ponto mais alto de Portugal, depois do Pico nos Açores e da Serra da Estrela.

Lagoa de Carris lá em baixo.

Descida da Nevosa para Carris.




Continuamos a descer para as Minas das Sombras.







Entrando no Trilho para a Capela da N.S. do Xures.



O Rio Vilamea também com pouca agua, esta zona de Cascatas estava morta.


Cruzando o Rio.


Agua super transparente.

Outra pausa para arrefecer o corpo.


Continuamos a descer para a Capela.




A Capela da N.S. do Xures.

Amém.

Continuamos a descer pela Via Crúcis da capela..




Cruzando a aldeia de Vilamea.

Ultimos metros.

Rio Caldo com muita gente.

O final.

   Mais um Treino pelo Gerês Internacional. Já em 2012 realizei um Percurso parecido a este, coincidindo em vários Caminhos.
   Como é habitual quando venho para esta zona do Xures, escolho sempre o Balneário do Rio Caldo para começar os Percursos.
   Arrancamos desde o Balneário, os primeiros metros foram pelas margens do Rio Caldo, fizemos mais alguns metros pela Geira Romana para nos dirigirmos a Corga da Fecha.
   Subimos pelo Trilho da Cascata da Fecha, Cascata onde não caía nenhuma água.
   Acompanhamos a Corga da Fecha durante uns 3km, continuamos a subir para o estradão principal, onde tivemos alguma dificuldade durante mais de mil metros para seguir o Trilho. Em várias zonas havia muita vegetação, tivemos que recorrer ao GPS para seguir o Percurso. Em 2012 também passei por este Caminho, que se encontrava em perfeito estado.
   Ao chegar ao estradão descemos uns 3,5km para o Vale das Sombras, onde nos desviamos para subir às Minas das Sombras. Caminho com muitas pedras soltas até as Minas, depois seguimos subindo por um Trilho técnico até cruzar a fronteira para Portugal.
   Continuamos a subir até ao Marco Geodésico de Carris, agora pelo Monte acima seguindo algumas Mariolas.
   Desde o Marco admiramos a espetacular Paisagem, descemos até a Lagoa das Minas de Carris, onde seguimos para o Pico da Nevosa.
   Depois de coroar o Pico a 1.550 metros de altitude, o terceiro ponto mais alto de Portugal, depois do Pico nos Açores e da Torre na Serra da Estrela, fizemos o mesmo Percurso até ao estradão do Vale das Sombras, mas em sentido contrario.
   Os últimos quilómetros fizemo-los a descer pelo Trilho da N.S. do Xures, acompanhando o Rio Vilamea, onde fizemos uma pausa para uma banhoca.
   A última descida foi pelo Trilho do Via Crúcis da N. S. do Xures, desde a Capela até a localidade de Vilamea.
   Os últimos metros foram pela Praia Fluvial do Rio Caldo.
   Terminamos com uns “bocadillos y unas cañas”.

   Foi um ótimo treino, com desníveis e muitos quilómetros de Trilhos técnicos.

Dados IBP.

Blacbay