CABECERA IMAGENES

TRAIL - SERRA FONTEFRIA, Winter Training Camp Trail


Percurso- Serra Fontefria                                       Local- Maus de Salas, Muiños (Ourense)
Itinerário- Maus de Salas, Xermeade, Salgueiro, Serra Fontefria, Serra do Gêres, Requiás e Maus de Salas.
Partida- Aviva Sports Center (N 41º 56' 12''  W 07º 55' 28'') às 8h14m PT
Data- Domingo 25 de Janeiro 2015                           Distancia- 32km
Dificuldade     Física- Média     Técnica- Media/Alta   Circular- Sim
Tempo (horas)
Saída- 8h14m     Chegada- 13h43m     Duração- 5h29m
Velocidade         Media Total- 5,84km/h
Altitude (metros)
Máxima- 1.360     Mínima- 751          Desnível- 609              Saída/Chegada- 861
Positivo- 1.092     Negativa- 1.090     Desn. Max.- 25,56%     Desn. Min.- 31,68%
GPS Garmin Oregon 450     Nº de pontos- 6585     Intervalo de gravação-3
Programa de analise de dados- CompeGPSLand/SportTracks
Indice IBP- 213 RNG                                               M.I.D.E.- 4 - 3 - 3 - 4
Condições Atmosféricas- Céu limpo e temperatura agradável.
Alimentação- Em autonomia.
Pontos de Interesse- Serra do Xurés/Gêres, Serra Fontefria, Aldeia abandonada de Salgueiro, Barragem de Sallas, Rios (Salas e Salgueiro), Monumentos e Muita, Muita, Muita Paisagem Natural.
Organização- Aviva Sports Center
Corredores- Blacbay + vários atletas do Clube Aviva.

Observar ou descarregar o Percurso     Todas (355) as Fotografias Georreferenciadas (Picasa)

         Video de como cruzamos o Rio Salas.                  Video de Fontefria com Neve.


                       






Quando acordei os carros estavam branquinhos.

E a temperatura negativa.

Preparados para a saída, agora que chegou o Sol.

Primeiros metros pelas ruas de Maus de Salas.

Entrando no "Embalse de  Salas".



Um dos vários Dolmens que há por esta zona.

Agora por Trilhos.




Salva Calvo a procura do melhor local para cruzar o Rio Salas.






Começam as subidas.






Inicio da subida a Aldeia abandonada de Salgueiro.




Subimos por um Trilho acompanhando o Riacho Salgueiro.




Aldeia de Salgueiro.



Seguiamos subindo por um Percurso de BTT.




Trilho bem definido.

A Barragem de Salas lá em baixo.


É só seguir as Pisadas.

Uma das várias paragens para reagrupamento.

Manos arriba, esto es un atraco.

Que tangente.

Quase a chegar a Fontefria.



As Montanhas de San Mamede Nevadas ao fundo e a Barragem de Salas lá em baixo, espetacular.



Equilíbrio.

1.360 metros de altitude, o ponto mais alto do Percurso.

Já a descer.









Mais um Riacho para cruzar.


Voltamos a subir.




Ultima descida.

Ultimos metros realizados em solo Portugues.

Agora seguiamos um Trilho Marcado.


O Lobo anda por perto.

Sempre a descer até á meta.


Outro curso de agua que tivemos que saltar.


Ultimos quilometros, só falta contornar a Barragem.

Mais outro Dolmen.

Cruzando por cima da Barragem.

Ultimos metros.

Entrando em Maus de Salas.

Chegada.

O almoço.

A despedida.

   Segundo dia do Winter Training Camp Trail, hoje fomos subir outra Serra, a Fontefria.
   Para fazer este Percurso apareceram mais atletas, quem trabalha ao Sábado não pode disfrutar os Trilhos de ontem.
   Com tanta gente, há ritmos diferentes, os organizadores arranjaram alternativas para todos.   Os que não estão habituados a correr mais de 20km, realizaram um pequeno Percurso pela Ruta Megalítica á volta da Barragem de Salas.
   O resto do pessoal fomos subir a Fontefria, até á subida para a Aldeia de Salgueiros fomos todos juntos, depois fizemos dois grupos, os mais rápidos seguiam com um guia e os mais lentos com outro.
   Depois de visitar Salgueiro, onde começava a verdadeira subida á Fontefria, a subida mais técnica e por Neve, o grupo dos lentos dividiu-se. Os menos experientes voltaram pelos Percursos de BTT, ou outros juntaram-se a nós perto do Cume de Fontefria, depois seguimos todos juntos para fazer as descidas.
   Quando arrancamos a temperatura era negativa, mas os raios de Sol já nos aqueciam. Começamos pelas margens da Barragem de Salas, o piso de terra estava gelado e a erva branca.
   Descemos para cruzar o Rio Salas, onde tivemos que procurar um bom local para o cruzar, havia um Lago e uma Cascata espectacular.
   Depois de alguns metros a correr por um estradão, iniciamos a subida a Aldeia abandonada (agora em recuperação) de Salgueiro por um Trilho espectacular.
   Passado 3km estávamos em Salgueiro, depois de uma breve visita continuamos a subir, desta vez por um Percurso de BTT, Caminhos e Trilhos por onde as bicicletas têm muita dificuldade em subir, pois há zonas que o piso esta todo desfeito.
   Depois de uma pequena descida, continuamos a subir por um Bosque onde era difícil seguir o Trilho porque estava todo nevado, tive que me guiar pelo GPS.
   Continuamos a subir até atingir a Fontefria a mais de 1.300 metros de altitude, aqui a Neve já estava congelada, não nos enterrava-nos, mas escorregávamos.
   Descemos por um terreno inclinado, onde alguns tiveram que se sentar para poder descer, já estávamos em Portugal. Tivemos que cruzar mais outro Riacho e voltamos a subir.
   Ao cruzar novamente para Espanha começamos a correr pela última descida, por um Trilho marcado que nos levou até á Barragem de Salas, uma descida espectacular por excelentes Trilhos.
   Os últimos quilómetros foram pelas margens do “Embalse de Salas” até que chegamos a Meta.
Um Percurso espectacular de puro Trail, com todo tipo de Trilhos e piso, desde cruzar vários Riachos até fazer equilíbrio sobre o gelo, desde os estradões junto á água da Barragem até escalar entre pedras e neve na Serra Fontefria.
   Umas horas bem passadas em muita boa companhia e com o Sol a aquecer-nos.
   Gostei tanto que já estou a programar voltar, mas com a Bicicleta para descer o Trilho que subimos a Salgueiro e o Trilho da última descida, dever ser o máximo descer de Bike por esses Trilhos.
   No final almoçamos e despedimo-nos, havia atletas que ainda tinham que fazer muitos quilómetros, uns para Madrid, outros para Leon e Astúrias.
   Para a despedida a organização obsequiou-nos com uma caixa de três garrafas de Azeite.
   Houve sempre um grande convívio entre todos os atletas, desde os percursos, nos almoços, nos quartos onde dormimos, tudo aquilo que se esta a perder nas provas. Eu dou-lhe mais valor a estes Treinos (mesmo sendo ultimo) com este convívio, de que a um Trofeu ou Medalha ao finalizar uma prova.
   Tenho que dar os parabéns aos organizadores desde Estágio de Trail, esteve tudo muito bem organizado e uma bênção especial á cozinheira pelos fabulosos petiscos que nos apresentou.
   Um fim-de-semana para recordar e repetir.


Nesta tabela consegue-se analisar a velocidade em relação à distancia e ao tempo.
Velocidade        Velecidade Media        Distancia        Tempo        Elevação        % Percurso
Entre 0 e 3km/h         1,9km/h             1,84km            57m     +125metros           17,4%
Entre 3 e 5km/h         4,0km/h             4,70km         1h11m      +199metros          21,5%
Entre 5 e 7km/h         6,0km/h             9,91km         1h39m       +67metros           30,0% 
Entre 7 e 10km/h       8,4km/h            11,75km         1h24m      -256metros           25,5%
Mais de 10km/h        10,7km/h             3,30km            18m      -137metros             5,6%
Total                        5,7km/h            31,50km         5h29m         -3metros            100%

Programa de analise de dados- SportTracks

Dados IBP.
Blacbay