CABECERA IMAGENES

TRAIL - II 102KM CARBALLIÑO a SANTIAGO de COMPOSTELA


Percurso- II 102km Carballiño Santiago                                  Local- Galicia
Itinerário- Carballiño, Paciños, Dozón, Cardoufe, Caminho de Santiago, Lalin, Silleda, Bandeida, Ponte Ulla, Lestedo e Santiago de Compostela.
Partida- Templo de Veracruz do Carballiño (N 42º 25´56''  W 08º 04' 32'') às 6horas PT
Data- Sábado 11 de Março 2017                                            Distancia- 101km

Dificuldade         Física- Alta                Técnica- Baixa          Circular- Não
Tempo (horas)
Saída- 6h00m      Chegada- 20h30m       Duração- 14h30m    
Velocidade         Media Total- 7,00km   
Altitude (metros)
Máxima- 865        Mínima- 32            Desnível- 833             Saída- 408      Chegada- 246
Positivo- 2.559     Negativo- 2.755     Desn.Max.- 22,18%     Desn.Min.- 22,16%
GPS Garmin Oregon 600     Nº de pontos- 17398       Intervalo de gravação- 3
Programa de analise de dados- CompeGPSLand/SportTracks
Indice IBP- 572 RNG                                                        M.I.D.E.- 1 - 2 - 2 -5
Condições Atmosféricas- Céu coberto com alguns aguaceiros e temperatura agradável.
Alimentação- Vários reforços sólidos/líquidos (Km 10, 24, 36, 50, 57, 65, 79 e 90), algum quente.
Pontos de Interesse- Carballiño, Caminho de Santiago, Santiago de Compostela, Monumentos e Paisagem Natural.
Transporte- 55km - 50 minutos (Melgaço, Cortegada, Ribadavia e Carballiño) + volta e 6€ de combustível.
Organização- C. A. Carballiño  
Classificação Solopisadas- 8,0 (0 – 10)                           
Preço- 35€ (T-shirt e Trofeu de Finalista)
Corredores- Blacbay - Ferreiro2008 – Pleunam - Jose

Observar ou Descarregar o Percurso            Todas as Fotografias Georreferenciadas 
                                                                Blacbay (331)     Ferreiro2008 (308)

Mais Fotografias- Organização- Partida * A Madalena * Castro Dozon * Koala36





Local da Partida, com o templo de Vera Cruz iluminado.

Partida, fomos os ultimos a arrancar.

Os primeiros metros foram pelas ruas do Carballiño e ainda de noite.




Começou a amanhecer.




Alguns metros pelo asfalto.






Primeiro reforço.


Descida com muita pedra solta.








Muita alegria nos primeiros quilometros.

Cruzando a Aldeia de Marañis.







Descida para Dozon.

Reforço em Dozon.

Cruzando AP-53.

Caminhos com bom piso.








Zona de muita lama.

Descida de 3,5km, até me fartei de correr.


Voltamos as subidas e descidas, que é o que tem este Percurso.


Caminhos espetaculares.


Novamente cruzando AP-53.



Mais outro reforço, este já no Caminho de Santiago.

Agora seguimos as marcações do Caminho de Santiago até Compostela.




Seguiamos a Ruta da Prata.



As novas marcações do Caminho de Santiago.









A Ponte do AVE.


Caminhos com bom piso.



A nós ainda nos faltava 52km.

Metade já esta.

Reforço em Lalin.


Seguimos sempre o Caminho de Santiago.



Mais metros de asfalto.

Ponte do Comboio sobre o Rio Deza.

Caminho Romano.












Reforço em Silleda.






Reforço em Bandeira, onde estavam os sacos para trocar de roupa quem quisesse.


Mais alguns metros a correr pela estrada.




A ver-nos passar.






Ponte do AVE sobre o Rio Ulla.



Reforço em Ponte Ulla.

Reforço de colher.

A despedida da organização, agora só faltavam 20km.





Albergue de Vedra.


A Noite começava a cair.

Ultimo reforço.

Outro Tunel.

Curva de Angrois.


Cruzando o Rio Sar.

Ultimos metros, já dentro de Compostela.

Cheguei.


   Pelo terceiro ano que participo neste evento, apenas é a II Edição, mas também houve a Edição Zero onde participei, que apenas foi por convite.
   O Percurso foi o mesmo que nos anos anteriores, os primeiros 36km foram todos por Caminhos de Monte, foi onde houve mais desnível. Depois continuamos pelo Caminho de Santiago (Via da Prata) até Compostela.
   A única alteração que houve este ano, foi o local onde tínhamos as mochilas para trocar de roupa, em 2016 encontrava-se em Silleda no km 57, este ano estava em Bandeira no km 65, o local escolhido para este ano foi acertado.
   Os últimos quilómetros deste Percurso tem muito asfalto, é o Caminho de Santiago. Eu nas duas Edições anteriores, sempre tive problemas com bolhas nos Pés, nos últimos quilómetros, devido a correr por piso duro. Os meus pés só estão habituados a Caminhos de Terra, Agua e lama. Este ano levei os Pés ligados na zona das bolhas e terminei impecável, também ajudou não ter estado um dia quente e o asfalto estar frio.
   Arrancamos ainda de noite, mas uns vinte minutos depois já se via bem, partimos desde o Templo de Vera Cruz na Localidade do Carballiño.
   Nos primeiros quilómetros acompanhei o Jose e o Santi, mas quando chegamos ao Caminho de Santiago e a eles lhe cheirou o asfalto, desapareceram. O meu ritmo no asfalto não é rápido, também não queria arriscar que me aparecessem bolhas nos pés como nos anos anteriores.
   Desde então continuei sozinho, pouco a pouco ia passando alguns participantes. Numa Prova de 100km é preciso ter calma não se pode “dar” tudo nos primeiros 50 quilómetros. Também me ajudou conhecer o Percurso, sabia o que me esperava pela frente.
   No reforço de Bandeira, onde trocamos de roupa, alcançou-me o Ferreiro2008 e voltei a encontra-lo no reforço de Ponte Ulla.
   A escasso 4km da Meta, alcancei o Ferreiro2008, depois de ele se ter perdido durante vários metros, seguimos juntos até a Catedral de Santiago, o final da nossa Peregrinação.
   Eu também me desviei do Percurso alguns metros, a poucos quilómetros de Santiago, de noite, numa descida por asfalto embalei, quando reparei que estava fora do Caminho tive que me seguir pelo GPS. Mas foram poucos minutos, como conhecia a zona voltei rápido ao Percurso, apenas perdi 500 metros.
   O Pleunam terminou ainda de dia, o Jose acabou com as luzes públicas, eu e o Ferreiro2008 fomos obrigados a acender os frontais, para terminar os últimos 9km.
   Este ano terminei 102km muito bem, perfeitamente podia continuar por mais alguns quilómetros, coisa que nas Edições anteriores terminei sempre a mancar. Fiquei muito contente por este motivo, também diminui em uns 45 minutos o tempo do ultimo ano, mas isso não é o importante.
   As condições atmosféricas para mim foram ótimas, o Céu esteva coberto, não esteve calor e ainda choveu durante alguns minutos. O meu corpo acondiciona-se melhor ao Inverno de que ao calor do Verão.
   Como já nos tem habituado, a organização esteve espetacular, desde os reforços, passando pelos banhos (que foram em quartos de Hotel), até ao transporte para o Carballiño.
   Este evento aconselho-o a todos os Atletas que se queiram iniciar nas Provas de 100km. Tem duas partes perfeitamente identificadas, a primeira é terreno de Trail e a segunda (quando o Atleta já vai cansado) é uma Caminhada, é o Caminho de Santiago.  
   Esta Edição de 2017, a participação subiu um 340% em relação a primeira edição.
   Já esta a ser uma referência, esta Prova de 102km pelo Caminho de Santiago. 

Classificação
Masculina
  Posição      Dorsal     Atleta                  Tempo
      1º           18      Primeiro             10h02m00s
      9º           16      Pleunam             11h43m00s
    20º           15      Jose                   13h15m00s
    28º           14      Blacbay              14h30m00s
    29º            4      Ferreiro2008        14h31m00s
    67º           32     Ultimo                 21h03m00s

Feminina
  Posição    Dorsal     Atleta            Tempo
       1º        29      Primeira        14h33m00s
     11º        10      Ultima           21h53m00s


Tempos Controlos de Passagem
                              km 9      km 26   km 35    km 50   km 57    km 67   km 79    km 90   km 102
Posição Dorsal   Atleta    Madalena  Dozon  Zudreiro   Laxe    Silleda   Bandeira   Ulla      Suzana   Meta
     1º     18     Primeiro   00:53     02:12   03:00    04:30    05:49     06:18    07:45   09:00   10:02
     9º     16     Pleuman   01:02     02:36   03:48    05:23    06:30     07:20    08:55   10:33   11:43
   20º     15     Jose         01:16     03:09   04:34    06:14    07:25     08:16    10:04   12:02   13:15
   28º     14     Blacbay    01:16     02:58   04:34    06:22    07:52     08:57    11:06   13:08   14:30
   29º       4     Ferreiro    01:27     03:32   04:56    06:47    08:08     09:07    11:00   13:12   14:31
   79º     10     Ultimo      01:44     04:30   06:44    09:30    11:31     12:58    16:00   19:09   21:53


Nesta tabela consegue-se analisar a velocidade em relação á distancia e ao tempo.
Velocidade        Velocidade Media    Distancia      Tempo      Elevação    % Percurso
Entre 0 e 3km/h          1,2km/h        0,99km         51m       +2metros        5,9%
Entre 3 e 5km/h          4,2km/h        3,89km         55m    +236metros        6,3%
Entre 5 e 7km/h          6,2km/h       45,57km     7h20m   +1645metros       50,6%
Entre 7 e 10km/h        8,0km/h       26,89km      3h20m     -673metros       23,0%
Entre 10 e 12km/h     11,0km/h       17,06km      1h33m   -1048metros        10,7%
Entre 12 e 14km/h     12,7km/h         5,88km         28m     -334metros         3,2%
Mais de 14km/h         16,0km/h         0,62km          2m       -27metros         0,2%
Total                          7,0km/h     100,89km    14h30m     -200metros         100%

Na tabela seguinte consegue-se analisar os dados em intervalos de 10km.
Distancia     Tempo    Velocidade Media       Desnível
  10km          1h19m              7,6km/h    +295 metros
  20km          1h21m              7,4km/h    +110 metros
  30km          1h17m              7,8km/h     -130 metros
  40km          1h16m              7,9km/h     -158 metros
  50km          1h22m              7,3km/h       -82 metros
  60km          1h32m              6,5km/h       -27 metros
  70km          1h44m              5,8km/h     -173 metros
  80km          1h35m              6,3km/h      -170 metros
  90km          1h28m              6,8km/h       +82 metros
101km          1h28m              6,8km/h       +53 metros

Programa de análise de dados- SportTracks



Dados IBP

Também participamos em: 2015 - 2016

Blacbay

                                                Crónica de outra Participante.


Mónica García Dasilva para 102 km Camino de Santiago desde Carballiño
12 de março às 09:31 ·
Hola, me llamo Mónica , ayer participé en los 102km desde Carballiño y me apetecía dejar mi opinión sobre la prueba.
No tengo más que buenos comentarios la verdad, os doy mi más sincera enhorabuena.
La organización de lujo, no nos faltó de nada,los avituallamientos, una pasada, que bueno el bocata de pollo,la tortilla, las croquetas y como me puse de tetilla y membrillo en Bandeira señor, comí lo que no está escrito y al llegar cafecito caliente top !! mención especial a los voluntarios que estaban en todos los avituallamientos, porqué eran super serviciales, te llenaban los bidones, te abrian las botellas, te ofrecian de todoooo y sobre todo te daban animos y como no olvidar al voluntario que nos subió las bolsas hasta la puerta de la habitación, se curró casi los 102 de sube y baja a la hospedería.
Todo fue una pasada, de verdad que recomiendo esta prueba, porque me encantó, pero de verdad de verdad, llegar muerta, con los pies como morcillas y que tengan una habitacion entera, al lado mismo de la Catedral, con cama, toallas, calefacción y agua caliente ...... eso, eso no se me olvida, que pasada!!! además la hospería preciosa !!!Enhorabuena de verdad!!!!!
Gracias por todo !!!!Un saludo, nos vemos en próximas ediciones !!


No hay comentarios:

Publicar un comentario